O CONTADOR DE HISTÓRIAS

 

No meio de uma plateia cheia, ele é convidado para contar histórias; levanta-se, olha para o público e se depara com olhos que ele não conhecia antes, olhos de expectativa. O coração acelera, o rosto esquenta, as mãos suam e rapidamente seus sentidos buscam por segurança, esta que está guardada nas suas histórias.

 

Reconhecer-se como contador de histórias é saber que o que as pessoas buscam em você são histórias, histórias para acalentar seus corações, resgatar o sorriso, levantar recordações e despertar emoções.

[...]

Reconhecer-se como contador de histórias é tomar parte nesse grande universo de histórias.

Bem-vindo ao círculo.

 

Loide Leite Aragão Pinto

Contadora de histórias